Explorando Singapura: choque cultural e algumas impressões

Comentários 2 Padrão

Foram mais de 30 horas de viagem para ir e mais 30 para voltar, no final das contas. É preciso muita animação para sair do Brasil para Singapura. No meu caso, o tempo de permanência era de uma semana. Neste curto período, a diferença de fuso horário foi completamente destrutiva. Fiquei mal… Quando estava começando a me acostumar já era hora de voltar e, ao chegar no Brasil, parecia que um caminhão havia me atropelado. Eu já tinha, de cara, que voltar a trabalhar como se nada tivesse acontecido, mas a verdade é que demorei mais uns 7 dias, no mínimo, para me recuperar. Em resumo, o ponto negativo da viagem foi a distância e diferença de horário, algo que eu não havia experimentado antes e senti demais. O resto todo foi só alegria, como detalho adiante. Continue lendo

Anúncios