Vídeo: o melhor de Amsterdã, Bruges, Bruxelas, Volendam e Marken

Deixe um comentário Vídeo

Dias muito intensos, antes do congresso, para conhecer cidades próximas a Amsterdã. Além do interior da Holanda, duas cidades na Bélgica: Bruxelas e Bruges, a cidade medieval conhecida como “Veneza do Norte”. Depois posto aqui o roteiro detalhado!

As melhores gordices na Holanda e na Bélgica

Deixe um comentário Padrão

Uma das melhores coisas de viajar é relaxar e aproveitar as melhores comidas de cada lugar. Isso vale para restaurantes chiques mas vale também para as comidas típicas, comida de rua e as melhores lanchonetes.

Burgerbar – o melhor hamburguer de Amsterdã

Burguerbar: de acordo com quem provou, O MELHOR hamburguer.

Burgerbar: de acordo com quem provou, O MELHOR hamburguer. Batata-frita (frites) belga, que está em outro patamar de batata-frita, como todas que comi na Holanda e na Bélgica. OUTRO NÍVEL…….

O MELHOR hamburguer vegetariano da minha vida: um cogumelo Portobelo gigante dentro......

O MELHOR hamburguer vegetariano da minha vida: um cogumelo Portobelo gigante dentro……

Atendimento muito bacana. Voltei umas três vezes para buscar e comer no hostel.

Atendimento muito bacana. Voltei umas três vezes para buscar e comer no hostel.

Lombardos – o melhor sanduíche de Amsterdã

Comi no Lombardos o melhor sanduíche vegetariano da minha vida. Alto nível. SOBERBO. GOURMET.

Comi no Lombardos o melhor sanduíche vegetariano da minha vida. Alto nível. SOBERBO. GOURMET.

Greenwoods – perfeito para café da manhã, almoço ou lanche em Amsterdã

Não é por acaso que o Greenwoods está no topo do TripAdvisor... Comida e atendimento excelentes... Wifi perfeito... Ambiente aconchegante...

Não é por acaso que o Greenwoods está no topo do TripAdvisor… Comida e atendimento excelentes… Wifi perfeito… Ambiente aconchegante…

Winkel – a melhor torta de maçã de Amsterdã

A torta de maçã sempre fresca, com creme igualmente delicioso... Sem exagero, é uma LOUCURA...

A torta de maçã sempre fresca, com creme igualmente delicioso… Sem exagero, é uma LOUCURA…

Waffle Factory – rede “fastfood” de Waffles belgas

Waffle Factory, em Bruxelas: waffles salgados, waffles doces, puro chocolate belga derretido...

Waffle Factory, em Bruxelas: waffles salgados, waffles doces, puro chocolate belga derretido…

Stroopwaffles – a rede de supermercado Albert Heijn vende pacotes deliciosos e com ótimo preço

Stroopwaffles são totalmente viciantes para comer com café. Duas massas de waffles tostadas com recheio de caramelo no meio.

Stroopwaffles são totalmente viciantes para comer com café. Duas massas de waffles tostadas com recheio de caramelo no meio.

 

Como viajar antes de viajar assistindo a documentários

Comentários 3 Padrão

A internet está aí para fornecer todo tipo de informação sobre seu destino de viagem. Mas por que não aproveitar para comer pipoca assistindo a belíssimas cenas daquela cidade que irá visitar, e de quebra aprender muitas coisas sobre ela?

Segue então uma lista de documentários sobre diversas cidades do mundo. Muitos você encontra na internet, no Youtube ou em DVD (rsrsr).

15 travel bests

Quem vai viajar para os Estados Unidos pode aproveitar para assitir a série de programas “15 Travel Bests” da Discovery World. Há episódios sobre New York, Boston, San Francisco, Los Angeles, Las Vegas, Miami e por aí vai… Dá uma procurada que encontra na internet…

15 travel bests

Walt – The Man Behind The Myth

Para quem vai para a Disney este documentário sobre o “tio Walter” é obrigatório. Especialmente se você estiver indo com alguém que “não vê muita graça” na Disney. Conta a vida do cara e como ele foi brilhante em suas realizações. Esse você encontra até no Youtube…

Walt-TheManBehindTheMyth

Las Vegas – An unconventional history

Confesso que Las Vegas nunca foi um lugar para o qual eu tinha vontade de viajar, até ver este documentário que conta a história nada convencional da cidade, como o próprio título diz. Muito do que é falado sobre como esta “cidade do pecado” surgiu no meio do deserto bate muito com o que já tinha assistido no filme Cassino, mas sem a dramatização característica dos filmes e com linguagem mais precisa dos documentários, dados confiáveis e relatos. Recomendo muito.

vegas unconventional history

Beautiful Planet Series

Essa é uma série que já tem duas temporadas. Assisti apenas aos episódios sobre Holanda, Bélgica e Inglaterra. É constituído apenas de narração e cenas, estando longe de abordar o país de forma completa. O trabalho de câmera é ruim e a narração é massante. Enfim, eu acho péssimo. Pule este e veja o excelente VISIONS OF EUROPE, sobre o qual falo mais adiante.

Great Continental Railway Journeys

Essa série é uma jóia rara e parte de uma premissa bem interessante: um livro escrito há muito explicando como se aventurar de trem pela Europa. O apresentador do programa é o jornalista Britânico Michael Portillo. Munido de um livro de turismo publicado em 1863 por George Bradshaw, o jornalista refaz os trajetos seguindo as dicas dadas pelo autor.

Great-Continental-Railway-Journeys-Cover

Visions of Europe

NOTA MIL. Constituído de cenas aéreas, essa série é uma das melhores para dar uma visão geral dos países. É sensacional, cativante e impressionante. A vontade, no final de cada episódio, é levantar do sofá e viajar para o velho continente…

Visions-of-Europe

Greatest Cities in The World

Na primeira série (2008) há episódios sobre New York, London e Paris. Na segunda temporada (2009), Sidney, Roma e Hong Kong. Muito boa. Diferente por retratar a cidade na visão de quem mora nela.

greates cities

London: The Modern Babylon

Este documentário de 2012 da BBC conta a história da cidade desde o início do século XX, até os preparativos para sediar as Olimpíadas.

London-The-Modern-Babylon-Cover

Waterfront Cities of the World

Excelente série que retrata as principais cidades do mundo à beira do mar, rios ou lagos. Muito boa mesmo. Ainda não assisti a todos os episódios, mas o de São Francisco foi ótimo.

waterfront

Quer mais dicas sobre documentários de viagem?

Já assisti a tantos documentário sobre lugares que não conseguiria listar todos. Esta página aqui traz uma lista bacana de documentários sobre viagem.

Amsterdã – meus 10 programas imperdíveis

Comentários 2 Padrão

1) Visitar o Museu Anne Frank
Trata-se do “anexo” em que ela e sua família viveram durante os dois anos em que se esconderam dos Nazistas, até serem denunciados, presos e mortos. O Diário de Anne Frank foi um livro que marcou minha adolescência. Essa visita será muito emocionante.

2) Conhecer os moinhos de Zaanse Schans
Disputam com os jardins de tulipas o título de principal cartão postal da Holanda. Essa visita inclui também as vilas de pescadores Volendam e Marken, em que há fábricas de queijos (HUM…) e daqueles clogs que eles usam (tamancos de madeira).

3) Ir ao Museu Van Gogh e Rijksmuseum
São os dois museus mais importantes, portanto parada obrigatória. Não ousaria ir a Amsterdã sem visitá-los. Seria o mesmo que ir a Paris e não entrar no Louvre (algo que não fiz AINDA).

4) Passear de barco pelos canais de Amsterdã
Vou agendar o passeio noturno, pois já imagino o potencial para fotos lindas com as luzes da cidade refletindo nas águas…

5) Tomar sol no Vondelpark
Sou a morena mais desbotada que conheço pois adoto como estilo de vida não tomar sol (vitamina D níveis baixíssimos), mas quando a gente viaja é bom subverter as regras. Como todo guia de Amsterdã coloca em destaque um passeio no Vondelpark, tá aqui na lista de imperdíveis também.

6) Assistir a uma apresentação musical no Concertgebouw
Dizem que esta casa de espetáculos tem uma das melhores acústicas do mundo. As apresentações são diárias: operas, ballets, concertos…

7) Comer batata-frita com maionese na rua
Depois que eu parei de comer carne foi praticamente o fim da comida de rua (adeus espetinhos, cachorros-quentes e sandubas podrões). Mas em Amsterdã a comida de rua mais famosa é a batata-frita vendida em um cone com uma plastra de molho no meio. Claro que eu vou comer!

8) Comer a torta de maçã do Winkel 43: o Ducsamsterdam indicou e me convenceu com a foto. Como torta de maçã é uma das comidas mais típicas que eles têm por lá, vou fazer esse esforço (até porque não há a menor chance de eu provar aquele peixe defumado com cebola crua que se come pegando pelo rabo – veja aqui do que eu estou falando).

9) Ir ao supermercado Albert Hejin e comprar stroopwafels: adoro conhecer supermercados quando viajo. Por eles dá para ter uma noção boa de como se vive no lugar, o que as pessoas comem, o que elas compram. Comi stroopwafles por aqui mesmo outro dia e não achei nada demais, mas CERTAMENTE os stroopwafels de Amsterdã serão melhores que os de Juiz de Fora, né? dããã…

10) Ir a Bruges e/ou a Bruxelas: já que a Bélgica tá ali do ladinho, não vai dar para resistir! Não sei se irei conseguir ver as duas cidades por conta do pouco tempo (quer opinar?), mas cairia bem tirar fotos de construções medievais, comer waffles açucarados e provar os melhores chocolates do mundo.

Posts relacionados: Dúvida cruel para um dia na Bélgica: Bruges ou Bruxelas?

Dúvida cruel para um dia na Bélgica: Bruges ou Bruxelas??

Comentários 2 Padrão

Este post é para pedir uma ajudinha de alguém que conheça Holanda e Bélgica. Estou precisando de opiniões sobre o seguinte: quero passar um dia fora de Amsterdã. Essa viagem vai ser curtinha, já que irei para um congresso. No entanto, como os vôos com menos de 7 dias de intervalo são proibitivos, vou acabar ficando uma semana na cidade (que sofrimento, heim?).

Logo, tenho 3 dias inteiros para programar com passeios em Amsterdã, mas gostaria de sair da cidade em um deles para conhecer alguma coisa da Bélgica.

As melhores opções – pelo que li na internet e em guias de viagem – parecem ser a capital, Bruxelas, ou Bruges, uma cidade medieval. Nos dois casos o bate-volta vai ser longo, coisa de 11h, mas acho que vale a pena. A questão é: qual dos dois escolher? Alguém já foi ou conhece alguém que já tenha feito estes passeios?