Explorando Singapura: choque cultural e algumas impressões

Comentários 2 Padrão

Foram mais de 30 horas de viagem para ir e mais 30 para voltar, no final das contas. É preciso muita animação para sair do Brasil para Singapura. No meu caso, o tempo de permanência era de uma semana. Neste curto período, a diferença de fuso horário foi completamente destrutiva. Fiquei mal… Quando estava começando a me acostumar já era hora de voltar e, ao chegar no Brasil, parecia que um caminhão havia me atropelado. Eu já tinha, de cara, que voltar a trabalhar como se nada tivesse acontecido, mas a verdade é que demorei mais uns 7 dias, no mínimo, para me recuperar. Em resumo, o ponto negativo da viagem foi a distância e diferença de horário, algo que eu não havia experimentado antes e senti demais. O resto todo foi só alegria, como detalho adiante. Continue lendo

Singapura sua linda! Meu vídeo com os melhores momentos da viagem

Comentários 3 Vídeo

Um tour em imagens pela Chinatown de Singapura

Deixe um comentário Padrão

Simplesmente deslumbrante. A Chinatown mais linda em que já estive. As ruas limpas, restaurantes e barraquinhas servindo ótima comida, com bons preços, lembrancinhas baratas e de boa qualidade, uma estação de metrô que dá acesso aos principais pontos turísticos da cidade. Ainda dei sorte de pegar o Festival de Outono (Mid-Autumn Festival), com as ruas todas enfeitadas e os deliciosos mooncakes à venda, um doce tradicional que é bem caro, mas muito saboroso…

No Mid-Autumn Festival as ruas de Chinatown ficam lindamente enfeitadas com lanternas coloridas

No Mid-Autumn Festival as ruas de Chinatown ficam lindamente enfeitadas com lanternas coloridas

Continue lendo

Adler Hostel, em Singapura – Review

Deixe um comentário Padrão

Fiquei hospedada durante uma semana no Adler Hostel, em Singapura. Foi minha primeira experiência em quarto compartilhado, já que eu não queria gastar mais de 50 dólares com diária de hotel na cidade e os hotéis eram muuuito mais caros que isso. O Adler Hostel foi o hostel mais bonitinho que encontrei na internet e, depois de uma semana lá, seguem minhas observações.

 

Fachada do Hostel

Fachada do Adler Hostel

adler_hostel_location

Localização – nota 10

Se e quando eu retornar a Singapura definitivamente tentarei ficar novamente em Chinatown. A localização do Adler Hostel é melhor do que eu imaginava. Ele fica a poucos metros da estação de metrô (MRT) Chinatown, na qual passa a linha North East (roxa) e onde começa a linha Downtown (azul).

A estação de Chinatown próxima ao hostel torna a locomoção muito prática em Singapura

A estação de Chinatown próxima ao hostel torna a locomoção muito prática em Singapura

Essas são duas das principais linhas para diversos pontos turísticos de Singapura. Em muitos casos dá para sair direto dentro de shoppings. Isso sem contar que em Chinatown você pode ir a pé do hostel até o Maxwell Food Centre para comer bem e barato. Chinatown é linda, super limpa, segura, sempre cheia de gente e lojinhas para comprar lembrancinhas da cidade a preços ótimos. ❤

Dormitório – nota 9

O quarto feminino com 16 lugares é exatamente o que mostram as fotos, entretanto a mobília está desgastada e precisa de uma renovação. O quarto em que fiquei é no último andar do hostel. Da janela dá para ver o templo indiano e a rua, mas não passa barulho. É um quarto super silencioso, seguro e aconchegante. A iluminação dentro do quarto é perfeita, assim como a temperatura do ar condicionado. As cabines são espaçosas e com um armário com chave que cabe bastante coisa. O meu tinha uma fechadura meio enjoada que me irritou um pouco, mas depois de alguns dias me acostumei a ela. Dentro da cabine há dois pontos de energia, ambos com adaptadores universais (nota 10). Há também iluminação boa dentro da cabine e a cortina deixa a cabine completamente escura mesmo com a luz do quarto acesa (ela fica acesa permanentemente). A roupa de cama é de qualidade. Há dois travesseiros, um mais duro e outro mais macio, e um edredom que quebra o galho quando o ar fica mais geladinho. No entanto as toalhas estão totalmente acabadas e precisando ser trocadas com urgência.

Banheiro – nota 7,5

São dois banheiros e em cada um deles há duas áreas reservadas com ducha e vaso sanitário em um mesmo ambiente. No começo achei estranho, mas depois que me acostumei passei a achar uma opção bem prática. Gostei da ducha e há vários ganchos no ambiente para dependurar roupas e objetos pessoais enquanto se toma banho. Nunca precisei esperar. Os quatro banheiros são suficientes. O único ponto realmente negativo foi o secador. Está praticamente estragado e o interruptor dentro do banheiro não tem adaptador universal, o que complicou bastante minha vida. Tive que secar o cabelo fora do banheiro e, naturalmente, não fiz isso de manhã ou de noite para evitar atrapalhar, mas ainda assim fez barulho no quarto super silencioso o dia todo, o que não foi legal. Precisa trocar o secador ou colocar um interruptor universal no banheiro.

Apesar de não muito funcionais, as pias são bem bonitinhas :P

Apesar de não muito funcionais, as pias são bem bonitinhas 😛

Comodidades – nota 8

O café da manhã é suficiente. Há sempre pães, torradeira, queijo (tipo polengui), presunto (ou algo do tipo), macarrão de arroz e um segundo prato asiático quente (varia), além de geléias. Há sempre uma opção de bolo. Senti falta de manteiga ou creamcheese. O café é solúvel, mas de ótima qualidade e disponível o dia todo, assim como chás e frutas. No café da manhã a equipe oferece sucos também. Todos os hóspedes podem pegar uma garrafinha de água por dia, o que é bem prático.

O quarto é bem silencioso e a cortina dá privacidade. O saguão no primeiro andar é propício para lanchar e ter conversas informais com os hóspedes.

O quarto é bem silencioso e a cortina dá privacidade. O saguão no primeiro andar é propício para lanchar e ter conversas informais com os hóspedes.

O wifi é perfeito.

Há um computador disponível e, caso queira imprimir algo, basta enviar para o email do hostel.

Como já mencionei, as toalhas estão bem ruins.

Limpeza – nota 7

Esse foi o único aspecto do Adler Hostel que não atendeu minhas expectativas. Como havia lido que Singapura era uma cidade super limpa (e realmente é), esperava mais da limpeza dentro do hostel, especialmente no quarto em que fiquei e banheiros. Não é que estava sujo, mas também não estava limpo como poderia estar. Quando cheguei achei um cabelo na cama em que iria ficar, o que não foi legal. Em minha opinião as paredes do banheiro deveria ser limpas diariamente, pois ficam engorduradas, assim como a mobília do quarto. Mas nada disso atrapalhou minha experiência em Singapura. São apenas pontos de melhoria. 🙂

Qatar Airways aprovada!

Deixe um comentário Padrão

Eu sabia que não era uma companhia ruim, mas é difícil ser otimista com um vôo de 14h e outro de quase 8h, depois de uma conexão Rio-SP com a Gol. Estou no meio do vôo para Doha e até aqui eu e a Qatar Airways viramos super amigas. Continue lendo

Singapura: meu roteiro na “Ásia para Iniciantes”

Comentários 2 Padrão

Dizem que Singapura é o melhor destino para um ocidental que não tenha visitado o continente asiático, pois possui um pouco da China, da Malásia, da Índia e da Arábia em uma cidade super segura, tecnológica e limpa.

Dia 17/09 embarco, mas só chego lá no dia 19/09, uma sexta-feira, às 15h. O vôo da Qatar Airways sai de São Paulo até Doha (14 horas de duração) e, após 3 horas de espera, de Doha sigo para meu destino final (mais 7 horas de vôo). Foi a melhor opção que encontrei considerando data, horário e preço.

A diferença de fuso horário é de +11h, então imaginem só o caco que irei ficar. Acho que conhecerei na prática um intenso jet lag, mas faz parte, né?

Desta vez o dia de viajar chegou tão rápido que não consegui planejar como de costume. Abaixo fiz uma lista de coisas que quero fazer na cidade, mas sem muito compromisso, pois estou certa de que estarei um bagaço.

O plano principal é vagar pelas ruas de Chinatown admirando a cultura oriental nesta que vai ser minha primeira viagem à Ásia, realização de um sonho de infância. Continue lendo

Passagens compradas: vamos para Singapura pela Qatar Airways

Comentários 3 Vídeo

Depois de pesquisar optei por voar para Singapura pela Qatar Airways. Será uma viagem de ida longa (mais de 30 horas, em 3 dias). Saindo do Rio de Janeiro para São Paulo, São Paulo para Doha e, finalmente, de Doha para Singapura. O vôo tem ótimo horário de chegada em Singapura. Já a volta é às 2h da manhã, mas o lado positivo é que o Aeroporto de Changi, em Singapura, é considerado O MELHOR do mundo, e o que não falta é coisa para fazer enquanto se espera (cinema, piscina, etc – a lista de entretenimentos é grande).

Assentos marcados, refeição vegetariana solicitada. A impressão com a companhia, através do site, foi das melhores.

Então, para começar os “estudos” sobre Singapura, nada melhor que “O mundo segundo os brasileiros – Cingapura”